Inverno

13 tendências fresquinhas para 2017 direto da SPFW N43

por  | 

A SPFW N43 terminou e nós pudemos conferir de perto tudo o que rolou na semana de moda mais importante do Brasil. A Bienal se inspirou com tantos looks lindos e as passarelas se estreitaram, deixando lado a lado a moda conceitual e comercial, resultando em apostas palpáveis, usáveis e agradáveis aos olhos.

Cada label apostou suas fichas nas tendências que mais exprimiam o estilo da marca e, seguindo o inovador método see-now buy-now, apresentaram coleções para o outono-inverno. Aqui vamos fazer um apanhado geral do que nos chamou a atenção. E não estamos falando só dos desfiles não; levamos em conta os looks de quem circulou e prestigiou a primeira SPFW de 2017 e tem até truque de styling!

13 tendências para 2017 direto da SPFW – Versão passarela e versão rua

1- Oversized

Não é a toa que a tendência oversized está no topo da nossa lista. Shapes amplos pipocaram nas passarelas de muitas marcas como Amapô, A. Niemeyer e Osklen. Tanto calças como blusas, vestidos e moletons receberam aquele corte folgado, garantindo a permanência do oversized do mundo fashion.

2- Veludo

Em termos de tecido, o veludo – principalmente o molhado – foi, definitivamente, o mais usado. A tendência apareceu da cabeça aos pés em tonalidades mais sóbrias como o preto e o bordô. Marcas como Ratier, Apartamento 03 e Pat Bo apostaram no tecido.

3- Calçado branco

E não é que a tendência dos calçados brancos pegou mesmo? Tanto nos desfiles como nos corredores da Bienal, pudemos ver a onda dos calçados brancos se alastrando e fazendo sucesso em looks fashionistas. Na passarela, Juliana Jabour, Uma, A. Niemeyer dentre outras apostaram sem medo no branco nos pés, principalmente em botas, scarpins e mules.

4- Street wear

Looks urbanos apareceram em peso na Semana de Moda de São Paulo, juntando o toque esportivo a um visual casual e estiloso. O moletom ganhou novas versões e se destacou em inúmeras coleções. A dica é usá-lo por baixo do blazer quando esfriar. Truque de styling muito visto pelas ruas gringas e que, pelo jeito, vai aparecer por aqui também.

5- Scarpin V neck

O modelos de scarpin com um shape mais fechado vem conquistando rapidamente e sendo incorporado em looks bem estilosos. Muitas torcem o nariz para ele; nós admitimos que é necessário um pouco de paciência para passar da lista dos itens “estranhos” para a lista das peças “estilosas”. É certo que essa tendência fresquinha trará uma nova cara aos seus looks – e um item diferente, novinho em folha para sair do óbvio, de vez em quando é bom. Vimos tanto scarpins como mules com o V neck. Vale apostar nos dois modelos sem medo.

6- Transparência

Ela permanece. Peças transparentes são incluídas em looks urbanos, quebrando o toque pesado do street wear. Peças em tule foram acrescentadas, trazendo a trend hi-lo e suavizando coleções inspiradas no gótico.

7- Mangas bufantes

Sim, as mangas bufantes no estilo vitoriano insistem em aparecer nas passarelas. Nas ruas porém sua presença é tímida. Muitas marcas apostaram na versão maxi das mangas, como Juliana Jabour e Gig Couture. Também é fato que já vimos algumas it girls de peso usando a trend, porém se vai pegar é outra história. A dica é investir nos modelos não tão bufantes para tornar essa tendência usável no nosso dia-a-dia.

8- Brilhos

Os brilhos permanecem em tecidos metalizados, lurex, lamê e paetês. Os clássicos prata e dourado prometem continuar seu sucesso ao longo deste ano e, ao lado deles, estarão tonalidades alegres como o verde e o vermelho. As texturas ganham espaço, nos fazendo lembrar dos hits da década de 1970. Marcas como Lolitta, Tig e Amir Slama foram algumas das que apostaram nos tecidos brilhosos. Nas ruas, o brilho já tomou conta, principalmente nas jaquetas e botas!

9- Toque grunge e dark

A estreante Tig foi uma das marcas que apostou no toque grunge e dark. Mesclando com os metalizados e muito brilho, a coleção trouxe inúmeras tendências já consagradas nas ruas, mostrando a via de mão dupla entre passarelas e street styles.

10- Xadrez

O xadrez é uma daquelas padronagens que não podem ficar de fora quando o assunto é inverno. E, claro, marcou presença na 43º edição da SPFW. A grife Lilly Sarty apostou no clássico duo vermelho e preto, formando conjuntinhos super atuais. Já Vitorino Campos trouxe o xadrez com um toque grunge.

11- Alfaiataria

Outro clássico que não pode ficar de fora das coleções em qualquer semana de moda. A alfaiataria apareceu nas coleções de Giuliana Romanno com camisas, terninhos e transparências. Os looks que encontramos nas ruas provam que a alfaiataria vai do look office ao mais casual rapidinho.

12- Truque de styling: meia até o joelho

Aí vai um truque de styling que apareceu em muitas coleções e também já está dando às caras nos outfits pelo mundo a fora. Esticar a meia até o joelho ou um pouco acima deste. Seguindo o mesmo conceito da bota over the knee, o truque parece ter sido aprovado por muitos estilistas e sabemos que, quando isso acontece, a chance de virar tendência é quase certa. Memo, Lolitta, La Garçonne e Ellus foram as marcas que apostaram no detalhe. Para um visual mais discreto, some a meia com a bota over the Knee.

13- Vermelho é a cor de 2017

Sozinho ou em um mix muito louco, o vermelho é, sem dúvida nenhuma, a cor para apostar em 2017. Na passarela de Isabela Capeto ele brilhou junto com estampas, babados e tules. Pat Bo arrasou ao usar o vermelho em seus macacões de veludo molhado.

Nossos achados:

 

Avalie o nosso texto
[Total: 8 Média: 5]

Comente esse post!

Formada em história, psicologia, especialista em gestão de negócios e acredita na moda como uma forma de linguagem!