Beleza

7 ingredientes tóxicos para evitar nos produtos de beleza

por  | 

Não é surpresa nenhuma encontrar ingredientes tóxicos em cosméticos que usamos no dia a dia. Apesar de várias pesquisas comprovarem o malefício de certos elementos, eles permanecem na lista dos mais usados nas fabricações de produtos de beleza. O seu baixo custo faz com que a indústria da beleza se renda e coloque a saúde do consumidor/a em segundo plano. Os órgãos reguladores liberam o uso de tais ingredientes em determinada quantidade considerada segura. Porém, pense que, ao usar vários produtos com elementos tóxicos, estamos diariamente expondo nosso corpo a uma quantidade ignorada dos mesmos. Vale a pena?

Confira a nossa lista com 7 ingredientes tóxicos muito encontrado em cosméticos.

Dica: procure receitas de cosméticos naturais ou aposte em marcas preocupadas com a toxidade de seus produtos.

DIY- 5 receitas naturais para substituir cosméticos industrializados

Confira a nossa lista com 7 ingredientes tóxicos muito encontrado em cosméticos.

Muitos agentes químicos estão associados a doenças como câncer de mama. Para ser mais consciente na escolha dos seus produtos, leia o rótulo e entenda o que está contido ali. Para facilitar a nossa vida, separamos alguns ingredientes considerados nocivos. Tenha em mente que esses são apenas alguns.

7 ingredientes tóxicos para evitar

1- Parabeno (Paraben, Methylparaben, Butylparaben)

Os parabenos são comumente utilizados como conservantes, sendo encontrados em uma variedade gigante de cosméticos como produtos para limpeza facial, shampoo, sabonetes líquidos, desodorantes etc. Pesquisas ainda não determinaram o quão nocivo é o Parabeno para o corpo humano, porém algumas associam o agente químico ao câncer de mama. A União Européia proibi o uso de certos parabenos desde 2014.

2- Corantes de alcatrão de hulha ou de carvão (P-Phenylenediamine)

Muito comum em tinturas de cabelo e shampoo anti-caspa, os corantes de alcatrão de hulha foram proibidos na União Européia por ser um agente considerado cancerígeno. Dica: Procure por C.I seguido de alguns dígitos. Caso encontre, saiba que trata-se do corante de alcatrão de hulha.



3- Hidroquinona

Muito comum em cosméticos para clarear a pele, a hidroquinona é classificada como tendo alto nível de toxidade, sendo o seu uso inseguro para cosméticos. Apesar disso, uma infinidade de marcas a utilizam.

4- Formaldeído ou liberadores do mesmo (DMDM Hydantoin, Diazolidinyl Urea, Imidazolidinyl Urea, Methenamine, Quaternium-15)

O formaldeído é conhecido por causar alergia na pele, podendo afetar, inclusive, o sistema imunológico. O produto químico está associado a vários tipos de câncer. Pode ser encontrado em esmaltes, sombras, sabonetes etc.

5- DEA, MEA e TEA (Diethanolamine, cocamide DEA, Monoethanolamine, Triethanolamine)

Usado em muitos cosméticos cremosos para fazer espuma, o agente químico é irritante para os pulmões. Pode reagir e formar Nitrosaminas, possíveis causadoras de câncer. Já foi comprovado o seu poder prejudicial aos animais, afetando rins, fígado e o sangue quando usado a longo prazo.

6- Amianto (Talc)

Está associado ao câncer de pulmão quando inalado. O amianto é, normalmente, um contaminante do talco.

7- Plastificados e Ftalatos (Polyethylene, Polythene, PE ou Phenoxyethanol, Phthalates)

Utilizados para deixar os plásticos mais flexíveis, os ftalatos têm sido associados à asma infantil, a perturbações hormonais e ao câncer de mama. Além disso, absorvem toxinas e são altamente poluentes.

Avalie o nosso texto
[Total: 5 Média: 5]

Comente esse post!

Formada em história, psicologia, especialista em gestão de negócios e acredita na moda como uma forma de linguagem!