Truques / Dicas

Água invisível

por  | 

A água é um recurso natural utilizado na fabricação de praticamente tudo, hoje em dia.

Você leu essa frase, e entendeu, lembrou talvez que para você comer, a plantação precisa da irrigação correta, por exemplo. Mas você sabia que para produzir apenas 1 smartphone, são usados 12.760 litros de água – e que essa água é equivalente a um caminhão-pipa médio?

Todos os produtos têm “água invisível” embutidos, se não no processo de fabricação, com certeza em algum outro processo necessário para que esteja pronto para uso – incluindo aí a embalagem, ou ainda no transporte até a loja, e com certeza na sua mão: enquanto você usa, lava e limpa.

A agricultura é a responsável pelo maior consumo de água no  mundo, segundo a ONU: a irrigação consome 70% da água doce do planeta, e só no Brasil o percentual é de 60%, segundo a Agência Nacional das Águas. Mas nem mesmo eu ou você estamos livres de água invisível embutida no nosso dia a dia, visto que consumimos, por dia, de 2 mil a 5 mil litros de água invisível dos nossos alimentos: apenas uma maçã demanda 125 litros de água para sua produção. Os dados são da Waterfootprint, que também afirma que isso é mais do que o recomendado pela ONU para o consumo direto residencial, com atividades como tomar banho, lavar louça, escovar os dentes. Tudo isso gasta cerca de 110 litros por dia.

Foto: Liana Mikah

A pecuária também usa muita água: para cada quilo de carne bovina são gastos mais de 15 mil litros no processo todo, desde a alimentação do animal, até limpeza e resfriamento de frigorífico. Mas e as roupas? Já pensou quanta água foi gasta para produzir duas peças? A calça jeans que você usa demanda 10.850 litros para ser produzida, o que é uma quantidade de água suficiente para suprir o consumo residencial de uma pessoa por mais de três meses.

É importante a prática do consumo consciente na decisão de compra de qualquer produto, visto que todos vêm com água invisível junto. Procurar saber se as empresas de quem você compra os produtos possuem tratamento adequado para água, fazendo a limpeza e reuso corretos, pois essa água utilizada na produção dos itens, se não tratada, pode acabar sendo jogada de volta na natureza, cheia de impurezas como metais pesados e produtos tóxicos, e você mesmo acabar consumindo, sem saber.

A moda e a água invisível

Refletir se você realmente precisa do produto novo é o primeiro passo aqui: antes de comprar, veja se pode alugar, pegar emprestado ou comprar usado. Assim você não contribui com o impacto negativo gerado pela produção de mais um item e economiza dinheiro. Incentive trocas de itens entre amigos e familiares ou feiras do seu bairro e da sua cidade – nenhum produto vai estar sendo produzido do zero, zero impacto ambiental, economia de dinheiro e ainda é uma boa desculpa para socializar.

Preferir itens duráveis aos descartáveis: não utilize canudo ou copo de plástico, prefira os de acrílico, vidro ou metal. Produtos de limpeza mais naturais e orgânicos, assim você também deixa de contribuir para a poluição da água. Planejar compras em feiras e o cardápio da semana também são maneiras de economizar água!

 

Foto: Imani

E seu jeans, na hora em que não estiver mais usável, tente reformar, ressignificar, customizar, usar o tecido em outros projetos, fazer upcycling ou ainda levar em bancos de tecidos, artesãos ou onde usem para enchimento de itens automotivos ou esportivos. Se preferir doar, procure uma instituição que esteja realmente precisando, pois hoje muitos locais que recebem doações também já estão com estoque mais que cheio, sem saber o que fazer com tanta peça de roupa e acabam descartando inapropriadamente.

Fonte: https://www.akatu.org.br

 

Texto produzido por: Roberta Melim

Avalie o nosso texto
[Total: 7 Média: 4.6]

Comente esse post!