Moda Consciente

Armário Cápsula: mais looks com menos peças

por  | 

A consultora de imagem e estilo Roberta Melim nos presenteou com uma explicação completa sobre armário cápsula. Especialista no assunto, ela alia a moda consciente com o estilo pessoal de cada um/a. Para evitar aquela confusão característica quando estamos diante de muitas opções desconexas, escolher adequadamente, evitando desperdício e acúmulo torna-se essencial para enxergar a moda como uma aliada. O que é? Para quem funciona? Por que investir tempo em um armário cápsula? Como deixar seu guarda-roupa enxuto?

O que é?

Modalidade de armário pra quem quer reduzir consumo. Autoconhecimento sobre seu corpo e imagem proporcionam foco na hora de adquirir peças e criatividade na hora de misturá-las entre si. Não segue tendência, tem a essência e personalidade do dono.

Por que?

É cientificamente comprovado que usamos apenas 20% do nosso guarda roupas. Então por que ter tanta peça? Ter um número de peças que sejam suficientes significa que seu dinheiro está sendo investido corretamente em roupas e acessórios. Isso também poupa tempo na hora de se arrumar, na hora de procurar por outras peças e faz valorizar mais o que já se tem no armário, porque vai precisar saber o que já tem na hora de adquirir qualquer outra peça.

Combinar com quase tudo – ou com ao menos mais 3 peças do seu armário – é imprescindível. Também é prática do Consumo Consciente, pois compra-se menos, usa-se mais, de diversas maneiras, em várias ocasiões. Prolongando a vida útil das peças, o descarte também é menor, o que favorece o meio ambiente – e muito provavelmente se acha uma outra função para a peça que seria descartada, como ser vendida, trocada, doada, arrumada, consertada, reformada, transformada…

 Quem?

Quem compra compulsivamente;

Quem quer aprender mais sobre seu estilo;

Quem quer gastar menos [ou fazer um pilas com as roupas extras];

Quem quer consumir mais conscientemente;

Quem mudou de numeração de roupas;

Quem tem muita peça que não usa ou só quem quer ter menos roupas.

 Como?

Perceber seu estilo pessoal. Dá pra fazer isso só olhando pro seu armário atual e separando as peças que você mais usa e combinando-as da maneira que você sempre usa. Escolher uma paleta de cores. Também dá de sacar só olhando pras peças que você mais usa, e como as usa – se continua gostando da paleta ou se rola adicionar ou tirar alguma cor. Separar o que de fato você usa do que você não usa.

Não se atenha à estações, só separe as peças em usa e não usa. As que não usa é tchauzinho mesmo, escolhe aí se doa, vende, troca… As que você usa, pode separar por estações caso tenha necessidade. Veja se de todas essas peças que você usa existe alguma que você só usa com outra determinada peça – isso não pode continuar no armário cápsula. Tente outras combinações, ouse mesmo, combine peças que você jamais pensou em usar juntas. Tente ficar entre 30 e 70 peças. O armário cápsula não conta pijama, roupa de academia, lingerie ou acessórios, mas também tentar manter um número limitado desses itens vale a pena!

Caso você more em locais com estações bem determinadas e precisa guardar roupas de frio no verão e vice-versa guarde-as em sacos a vácuo, ou em caixas, dentro de sacos de TNT com algum agente antifúngico e antimofo. Você pode contar também com a ajuda de profissionais em consultoria de imagem, que seguem análises e técnicas pra montar seu armário cápsula personalizado e focado em você, 100% funcional e do tamanho certo!

 

Roberta Melim

E se você quer saber mais ainda sobre armário cápsula e consumo consciente, passa no blog [tem também ebook pra download], no instagram e no facebook também!

Avalie o nosso texto
[Total: 4 Média: 5]

Comente esse post!