Moda Consciente

Bolsas de palha e alguns cuidados na hora de escolher a sua

por  | 

Modelos de bolsas de palha estão entre os mais procurados. Isso foi desencadeado com a valorização das produções artesanais e do diferencial que as mesmas alcançam. Se opondo ao fast fashion, marcas menores receberam olhares atentos de quem procura por um consumo mais consciente.

As bolsas de palha começaram a pipocar pelo Instagram e não demorou para muitos modelos estarem disponíveis no mercado. No entanto, devemos olhar para esse artesanal com criticidade. Toda bolsa de palha se encontra nos conceitos de moda consciente/sustentável? Já afirmo que não. Com sua grande popularidade, chegam ao Brasil muitos modelos importados em que a transparência da produção não é uma de suas qualidades.

Nossa dica é:

Compre de marcas brasileiras, slow fashion em que a produção seja transparente ou que você possa investigar com algumas perguntinhas. Não faltam opções no mercado brasileiro para marcas que utilizam mão de obra local e materiais nacionais.

Palha de milho, palha de buriti, palha de vime. Nosso Brasil tem uma quantidade inimaginável de materiais naturais que compõem peças lindas e que devem ser valorizadas.

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

No matter what the occasion, there is always a reason to wear this cute dress with cool summer accessories @intermixonline #SummerUnfiltered #sponsored

Uma publicação compartilhada por 💃🏻Sara (@collagevintage) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Marina Ruy Barbosa (@marinaruybarbosa) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Strawberry smoothie anyone? 🍓🍓 @revolve #revolvearoundtheworld

Uma publicação compartilhada por 💃🏻Sara (@collagevintage) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

<bring your own sunshine ☀️// back in rainy NYC 💦> this ruffled frock now on Atlantic-Pacific #rainyday☔ #ruffles #pompom

Uma publicação compartilhada por Blair Eadie / Atlantic-Pacific (@blaireadiebee) em

Avalie o nosso texto
[Total: 1 Média: 1]

Comente esse post!

Formada em história, psicologia, especialista em gestão de negócios e acredita na moda como uma forma de linguagem!