Moda Consciente

Dicas para otimizar o seu guarda-roupa

por  | 

O conceito de armário cápsula está super em alta e nós já falamos dele repetidas vezes. A ideia de minimizar o número de peças dentro do nosso guarda-roupa e maximizar os usos possíveis para as mesmas faz parte do jeito contemporâneo de pensar sobre as nossas vestimentas.



Com um olhar mais aguçado sobre os bastidores que a indústria da moda tapou por tantas décadas, closets gigantes, com pilhas de roupas que não acabam mais não faz mais sentido. Hoje, o olhar consciente virou mais do que uma “tendência”, mas uma urgência.

Não é preciso ignorar a moda para trazer a sustentabilidade para suas vidas. É preciso sim olhá-la de forma crítica e rever nossos hábitos.

Pensando nisso, estamos produzindo alguns posts voltados para a adaptação deste novo olhar, focando na durabilidade das peças e na otimização das mesmas. Repetir roupa virou luxo e tirar o máximo de proveito delas sinal de inteligência.

Hoje, trouxemos algumas dicas indispensáveis para quem deseja otimizar seu guarda-roupa e torná-lo funcional sem tem que adquirir novas peças:

1- Invista em peças clássicas

Cardigan, trench coat, blazers, jeans com modelagem clássica. Esses são alguns exemplos de itens considerados atemporais. Muitas pessoas só os utilizam para atividades mais formais, como vestimenta para o trabalho, mas é possível e recomendável que você olhe com carinho para essas peças e, com criatividade, crie combinações inusitadas.

2- Aposte nos acessórios e calçados

Uma produção modifica com a simples mudança de alguns acessórios e o calçado. Certo? Essa máxima é bastante conhecida e popularizada, porém no dia a dia as vezes não a utilizamos para potencializar nosso armário. Pois bem, vamos testar. Pegue aquela calça que, para você, tem cara de escritório. Some a ela um calçado descontraído. Tire proveito também dos acessórios. Que tal aproveitar o clima de outono/inverno e colocar uma boina ou um chapéu?

3- Use os chamados truques de styling

Os truques acabam transformando produções com as mesmas peças, as deixando bem diferentes. Marque a cintura com faixas grossas para dar um efeito diferenciado na combinação. Teste usar uma meia fina soquete junto com um scarpin ou um oxford mesmo. Ou ainda junte uma bolsa de palha em uma produção nada praiana.

4- Aposte em qualidade e não em quantidade

Quando falamos em qualidade de uma peça, estamos englobando inúmeras questões. Para nós, a qualidade tem a ver com a durabilidade da peça e com a sua produção. Escolher marcas transparentes que optam por uma produção ética e eco friendly é uma prioridade para nós. Hoje, muitas slow fashion focam em modelagens clássicas e preço competitivo.

 

Avalie o nosso texto
[Total: 3 Média: 3.7]

Comente esse post!