Como usar

Dicas para tirar seu CARDIGAN do óbvio

por  | 

Todo mundo tem um cardigan no armário, correto??

 

Os cardigans são peças super funcionais e democráticas, por isso eles entram naquela listinha de itens indispensáveis para um closet inteligente. Embora marquem presença em armários por todo mundo, essas peças muitas vezes não são aproveitadas em todo seu potencial.



 

Hoje vamos dar dicas para sair da mesmice dos looks tradicionais e transformar o seu cardigã em peça-chave em produções que transitam nos mais diversos ambientes.

Separamos alguns looks com dicas práticas para você se inspirar:

1- Produções bem básicas com esta pode ser elevada quando inserimos elementos statements como a meia arrastão com uma sandália. Lembrando que o interessante neste tipo de composição é que o limite entre o que é calça e o que é meia está bem determinado, isso é bem importante para não deixar o visual confuso.

2 – Aqui também temos outro exemplo da importância dos acessórios para elevar o visual. Uma bolsa que traga sofisticação e/ou modernidade ao visual pode ser a chave em produções básicas.
Elementos coloridos em produções básicas podem destacar o look.

3 – O cardigan pode e deve ser usado em todas as suas possibilidades, então porque não usá-lo como blusa?
O cardigan não é apenas uma peça de sobreposição. Um dos risco de se usar o cardigan fechadinho é associar a produção a um visual de escritório.  Para evitar esse tipo de conceito a dica é optar por composições Hi-low, como por exemplo, integrar ao visual estilos diferentes como uma saia mais romântica ou uma peça mais esportiva.

Existem muitos truques de styling para abordarmos nestas fotos, como por exemplo:

  • não abotoar todos os botões. Para esse truque dar certo o importante é:
    *estar utilizando uma peça de cintura alta na parte de baixo.
    *Só abrir os botões a partir de pelo menos um ou dois botões abaixo da linha da cintura, isso tudo para evitar que pareça  que existe um volume excessivo na região abdominal, o que estaria ocasionando o não fechamento dos botões.
  • O cinto na altura da cintura é perfeito para desenhar a silhueta, mas a espessura do cinto é muito importante, não devendo ser mais fino que a largura de um dedão nem mais grosso que a largura de dois dedões.
    *Busque integrar o cinto ao visual, buscando coesão com o cardigan. Para não errar minha dica é: use um cinto da mesma cor do cardigan.

4 – O cardigan é uma ótima peça para incluir em diferentes produções, já que ele pode sobrepor qualquer outra peça, vestidos, saias, macacões e as tradicionais calças.

O mais interessante destas composições não muito habituais está na possibilidade de expandir seu armário. Pense bem,  uma peça única como um macacão pode ser usado como uma calça, apenas adicionando uma sobreposição. Você acaba ganhando mais funções para uma mesma peça, não é show?!
Nesta foto também podemos ver o cuidado em não permitir uma visual caricato. Um vestido de estampa liberty (flores miúdinhas) é bem romântico e somado a um cardigan cru de botões largos a produção pode ficar com cara de “vovózinha” ou ultra romântica. Para equilibrar os pontos delicados foram inseridos elementos pesados como a bota de couro de bico fino e um cinto com tachas e ilhoses.
Por que é importante salientar esses pontos?!  Por que muita gente fala que experimenta essas composições e fica com cara de “tia”..não combina e coisa e tal…por isso lembrem-se de testar e buscar o máximo de aproveitamento com as peças que você já tem em seu armário fazendo um mix de estilos.

Brincar com comprimentos é uma tarefa divertida para quem tem cardigans. Se você observar as fotos apresentadas, todas trazem assimetrias. Por isso evite que a barra do vestido termine na mesma altura da barra do cardigan ou que o cardigan seja pouca coisa mais longo que a peça de baixo, nem quando falamos de calças.

É uma regra?! Não é regra, já que você pode usar minissaias e shortinhos curtinhos com cardigans longos e uma botinha por exemplo, mas observem que nestes casos existe uma grande diferença de comprimentos…de qualquer forma você deve experimentar e analisar as melhores formas de brincar com as suas peças, essas são apenas orientações para você testar.

Aqui nestes looks temos truques de styling:
* ao invés de vestir o cardigan você também pode pousá-lo sobre os ombros. Outro truque é vesti-lo mas deixar um ou ambos os ombros caídos revelando descontração e casualidade..

*Mais uma vez, composições que misturam elementos contrastantes como uma bota moderna com um vestido delicado ou um vestido sofisticado com um tricô Aran pesado (Tricô Aran são aqueles modelos com ponto trançados típicos dos pescadores irlandeses da virada do século 20)

Avalie o nosso texto
[Total: 6 Média: 5]

Comente esse post!

30 anos, nascida em Cuiabá -MT, mas manezinha de criação e coração. Apaixonada por viajar, animais, comida....tantas coisas...acho que sou apaixonada pela vida.