Moda sustentável

Economia circular na moda – uma visão de sustentabilidade para a indústria

por  | 

Muitas nomenclaturas surgiram em meio a conceitos novos e amplos que envolvem moda e estilo de vida sustentável. Upcycle, moda consciente, moda sustentável, economia circular. Essa enxurrada de palavras sendo acrescentadas ao dicionário mostra a urgência de mudanças e do pensar sobre o consumo, os descartes, o fast fashion e o próprio dia a dia.

Essa mudança ao mesmo tempo gradual e impactante trouxe à tona discussões necessárias e mudanças de mentalidade. Prova disso é o conceito de economia circular.

O que significa economia circular?

Primeiro é importante conceituarmos a economia linear. Neste modelo de produção, há uma linha reta que começa com os recursos, passa pela produção e consumo e termina no descarte. Isto implica em um ciclo de vida curto para as peças, onde há um começo, meio e fim bem estabelecidos.

Se opondo à economia linear, a circular opta por um reaproveitamento de materiais. Este comportamento faz com que o “resíduo” seja transformado novamente em matéria-prima e retorne ao início do processo de produção. Essa ampliação do ciclo de vida faz com que haja tanto uma diminuição de descartes prematuros como uma diminuição do uso de matéria-prima retirada do meio ambiente.

Entenda o que é economia circular e sua importância.

Economia circular

Por meio da reciclagem, outros conceitos inovadores são incorporados, como o upcycle – que consiste justamente na transformação criativa de materiais já existentes, freando a aquisição de novas matérias-primas. Indo ao encontro deste movimento, os brechós entram em cena recebendo olhares curiosos e aplausos de um novo público preocupado com suas escolhas. Abrem-se os braços para novas formas de criação e reúso de materiais como as customizações, as os tecidos de refugo etc.

A economia circular, a sustentabilidade e a criatividade

O DIY – faça você mesmo – nunca foi tão valorizado. O caseiro e natural nunca foram tão procurados. O orgânico e simples nunca foi tão apreciado. Ideias criativas surgem revolucionando problemas do cotidiano e uma liberdade permeia o ar. Essa liberdade de criação e de expressão perpassa questões práticas e alcança também o estilo de vida.

Entenda o que é economia circular e sua importância.

Muito além da moda, a economia circular tornou-se um estopim de um novo estilo de vida. O fato de cada vez mais pessoas estarem aderindo ao movimento mostra a urgência por mudanças e a quebra do engessamento e padronização que caracteriza o consumo impulsivo. Pensar sobre o consumo ao mesmo tempo que liberta, garante um estado de consciência e domínio de suas próprias escolhas.

Se de um lado temos oficinas criativas, armários compartilhados e brechós, do outro temos uma indústria que precisa se adaptar a esse novo público. Vivemos um momento em que a escolha dos materiais não pode ocorrer deliberadamente, focando apenas no lucro e no baixo custo da produção.

O que ocorre muito hoje são pequenas marcas ressignificando materiais descartados. No entanto, este movimento pode – e deve – partir muito antes, ainda no desenvolvimento de produtos. Pensar nos seus múltiplos ciclos envolvendo materiais, design e mão de obra exige uma mudança de mentalidade das indústrias. A ideia principal é criar um modelo capaz de proteger nossos recursos naturais virgens e explorar de forma inteligente e ética os recursos já existentes. Isso envolve uma escolha consciente dos materiais têxteis (como fibras recicladas ou orgânicas, por exemplo) ou ainda um modelo de negócio que incentive o retorno das peças, trocas etc.  Há inúmeras formas de pensarmos em minimizar os impactos da produção em geral.

Questões ambientais e sociais começam a ser questionadas assim como uma maior transparência envolvendo toda a cadeia de produção. De onde vem a matéria-prima? Que tecido é utilizado? Há problemas ambientais envolvidos? O que a marca faz para minimizá-los? Há algum retorno positivo para o ambiente e para a comunidade. Hoje, acredito que pensar nestes temas é a garantia de construir algo sólido, ético e que caminhe lado a lado com as mudanças que estão por vir.

 

 

Avalie o nosso texto
[Total: 0 Média: 0]

Comente esse post!

Formada em história, psicologia, especialista em gestão de negócios e acredita na moda como uma forma de linguagem!