Roupa de Academia Feminina Exclusiva - Toda em Forma

Como usar

ROSA dá o tom da temporada

por  | 

O rosa promete ser a cor do outono, mas se enganam os que acham que o tom vem acompanhado de delicadeza e romantismo. Com o hi-lo em alta o que podemos esperar é que a cor encontre opostos em looks super cool’s.

A cor pode ser facilmente, associada a infância, inocência e delicadeza.

Aí vai um fato curioso: depois das meninas, mulheres idosas são as que mais usam a cor. Estudos sugerem que isso se dá pelo fato da cor ser associada à juventude. E como é bom reviver e valorizar as coisas que nos fizeram e fazem bem. Se o rosa traz esses prazeres e boas vibrações, vamos mais é aproveitar. Agora pasmem: o rosa é uma das cores menos valorizadas por adultos e adolescentes ficando atrás somente do marrom.

Depois desses minutos de sabedoria vamos voltar ao que interessa?

“Simbora”

Há quem ame e muitos que odeiam o rosa, mas considero que se eu não conseguir reverter esse placar, vou pelo menos equilibra-lo.

Não foi atoa que o rosa ganhou a oportunidade de reaparecer esse ano. Há algum tempo percebemos a admissão de vários estilos em uma única produção, isso tornou possível e fácil misturar o esportivo com o clássico, o sexy com o romântico, punk com o boho…ficando o limite somente para a imaginação…

O rosa ressurge, também, por influência do ballet na moda. Nos últimos tempos surgiu a figura da bailarina urbana, cosmopolita e um pouquinho dark, que foi bem aceita dando mais um pouquinho de força ao rosa.

 

Nesses tempos onde tudo é possível, o mix de estilos, tecidos, comprimentos,  a brincadeira entre sofisticado e o básico ganhou força em uma categoria conhecida como Hi-Lo e é assim que o rosa volta para o jogo!

 

Existem muitas formas de desconstruir a imagem infantil, romântica e delicada que o rosa possui, vamos te ensinar algumas

 

Combinar com outras cores pode ser a chave

O verde militar e a camuflagem – mistura delicado com lado mais rígido, autoritário e até intimidador;

O vermelho – a segurança e autoconfiança do vermelho eleva o rosa;

O preto e o cinza– sabe aquilo que disse sobre uma bailarina dark? Essa é a hora! Eu aposto todas as minhas fichas em combinar o rosa com tecidos como o couro e o vinil, isso sim é rebeldia.

 

Associado à Tecidos e texturas diferenciados.

Veludo cristal ou veludo molhado – eu acho muito sexy e é tudo o que tenho a dizer.

Seda – tem aquele movimento todo sensual que faz do rosa uma cor bem “sedutora”

Pelúcia – aí está uma coisa que exige autocontrole completo para evitar que avancemos nas pessoas para abraçá-las. As pelúcias mexem com algo dentro da gente que faz queremos pegar, abraçar, esfregar a cara em quem ou o quê estiver usando-as.

Transparências – quebram com o ar romantizado e dão ousadia e autoconfiança ao visual

Brilho – a atmosfera dos anos 90 está aí, junto com os brilhos, os brincos grandes, os bodys e as cores esdrúxulas. Se joga no brilho que o retrô tem personalidade.

Couro – Couro = sexy = Rebeldia. Preciso falar mais alguma coisa?!

Mix de Estilos

(existem inúmeras combinações, vou falar das principais)

Esportivo – peças como jaquetas bomber, moletons oversized, tênis e materiais como o nylon quebram a delicadeza do rosa, seja na mesma peça ou combinado com ela.

Alfaiataria – Peças que seguem essa estrutura clássica, mesmo que revisitada, possuem autoridade e seriedade perfeita para combinar ou associar-se ao rosa.

Grunge  – aqui entra a bailarina Dark, o preto, camisas xadrez, máxi jaqueta jeans, gorros e as combinações mais rebeldes em geral.

Cool – por si só é um mistura entre peças clássicas e peças tendências que mantêm sempre atualizado o clássico.

Retrô – eu aposto no retrô despojado, do jeans mom ou mais formal da calça clochard eles trazem à produção com rosa personalidade.

Masculino – nessa onda genderless  (menos gênero) peças dos armários masculinos como os oxfords, camisas, calças e camisetas perdem o rótulo de feminino ou masculino e por isso o rosa perde o status de feminino..

Conhece a nossa LOJA ???

E aí?

Já escolheu o que te faz a cabeça?

Lembre-se: SEMPRE experimentar antes de JULGAR.

 

Avalie o nosso texto
[Total: 1 Média: 5]

Comente esse post!

30 anos, nascida em Cuiabá -MT, mas manezinha de criação e coração. Apaixonada por viajar, animais, comida....tantas coisas...acho que sou apaixonada pela vida.